Grutas e Cachoeiras no Parque Estadual Intervales – SP, Brasil

Resumo: trilhas, grutas e belas cachoeiras no Parque Estadual Intervales em São Paulo que conta com uma boa infraestrutura para curtir e apreciar a natureza.

  • Local: o Parque Estadual Intervales engloba áreas dos municípios de Ribeirão Grande, Guapiara, Sete Barras, Iporanga e Eldorado em São Paulo – Brasil. A sede fica em Ribeirão Grande, a cerca de 250km de São Paulo, capital.
  • Duração: há passeios de um dia, mas há diversas trilhas e passeios para quem puder ficar mais tempo e conhecer o parque.
  • Características: o Parque Estadual Intervales se destaca pela sua importância na conversação da biodiversidade e valor sócio cultural. Ao redor do parque há comunidades quilombolas, caiçaras e ribeirinhas que mantém vivas as ricas tradições culturais na região. Possui altitudes que variam de 1.100m até 80m nos afluentes do rio Ribeira do Iguape, essa variação em conjunto com o relevo montanhoso de diferentes rochas e solos proporcionam a formação de diversas florestas e cavernas, só o Parque Intervales possui 45 cavernas. Há várias opções de trilhas com dificuldades diferentes sendo que algumas são autoguiadas e outras exigem o acompanhamento de um monitor autorizado do parque. No período da nossa visita, as temperaturas estavam relativamente baixas e chegaram a 12° C durante a noite.
  • Itens essenciais: blusa de frio para a manhã ou o entardecer (nossa recomendação são as blusas de fleece pois são leves e os casacos anoraks próprios para o esporte outdoor pois são leves, respiráveis e impermeáveis) e calçado com solado aderente pois há trilhas dentro do rio. Lanterna para as grutas. Para trilhas mais longas, recomendamos levar o seu kit completo de trilhas (confira os itens básicos AQUI.)
  • Data: Maio/2015.

Curiosidades sobre o Parque Estadual Intervales

O Parque Estadual Intervales compõe a região central do Mosaico de Unidades de Conservação da Serra de Paranapiacaba que conserva a maior área remanescente de Mata Atlântica do Brasil.

Belas paisagens na trilha da Gruta Luminosa no Parque Estadual Intervales
Paisagens das trilhas no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

Só para ter uma idéia, 80% da população brasileira vive nos domínios da Mata Atlântica mas restam apenas 7% do território original por este motivo a Mata Atlântica é considerada um dos cinco biomas mais ameaçados do mundo. Mesmo assim, seu ecossistema abriga uma imensa riqueza de espécies animais e vegetais e conta com os mais altos índices de biodiversidade do planeta.

Além do Parque Estadual Intervales, fazem também parte do Mosaico: os Parque Estaduais Carlos Botelho, Turístico do Alto Ribeira (PETAR), Nascentes do Paranapanema, Caverna do Diabo, a Estação Ecológica Xitué, e as Áreas de Proteção Ambiental da Serra do Mar e dos Quilombos do Médio Ribeira.

O nome Intervales corresponde ao termo  “entre os vales”.  A sede do Parque se encontra na divisa das bacias hidrográficas dos rios Ribeira de Iguape e do Paranapanema, no alto da Serra de Paranapiacaba.

Jr fotografando a trilha no Parque Estadual Intervales
Trilheiro Jr fotografando a trilha do Parque Estadual Intervales | Trilheiros

Nosso Roteiro de Visita ao Parque Estadual Intervales

Nós conhecemos o Parque Estadual Intervales por uma amiga que mora no município de Capão Bonito (cerca de 15km de Ribeirão Grande). Ficamos hospedados na casa dela e aproveitamos o feriado do dia 1° de Maio para conhecer dois parques que ficam na região: o Parque Estadual Intervales e o Parque Estadual Carlos Botelho.

Acordamos cedo em Capão Bonito rumo ao Parque Estadual Intervales para passar o dia por lá. Chegamos no parque, pagamos a nossa entrada e nossos capacetes para a gruta. A nossa amiga tinha combinado com um monitor que já estava a nossa espera.

Fizemos duas trilhas que estão identificadas como difíceis no descritivo do parque, de fato há travessias pelo rio e até cordas num dos trechos para apoio e segurança. Passamos o dia caminhando e conhecemos duas cachoeiras lindas e uma gruta encantadora:

Trilha do Arcão e Trilha da Gruta Luminosa – Parque Estadual Intervales

  • Distância: 16,5km
  • Caminhada: 7h45m
  • Dificuldade: Difícil
Inicio da Trilha do Arcao no Parque Estadual Intervales
Início da Trilha do Arcão no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

A primeira parte do trajeto é dentro da área do Parque Estadual Intervales, mas depois entramos numa propriedade privada para seguir rumo a cachoeira do Arcão.

Alguns trechos eram bem demarcados mas algumas partes não tinha marcação nenhuma principalmente na travessia do rio. O Aparecido, nosso monitor, foi essencial para apontar os melhores trajetos e fazer todo o percurso com segurança.

Caminhada na Trilha do Arcao no Parque Estadual Intervales
Caminhada na Trilha do Arcão no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

E o visual da trilha é lindo com vegetação exuberante de musgos, fungos, árvores, flores e quedas d’água bem tranquilas e cristalinas. Fizemos o percurso num ritmo bem tranquilo, parando para fotos, conversando e apreciando a paisagem.

Chegamos na Cachoeira do Arcão e nos deparamos com uma linda cachoeira que caía do alto de uma fenda na rocha com cores que mudavam conforme a altitude!

Cachoeira do Arcao Parque Estadual Intervales Trilheiros
Cachoeira do Arcão no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

E a nossa primeira pergunta para o Aparecido foi: “Nós vamos subir naquela fenda?”. Para a nossa alegria, aquela seria a nossa próxima parada!

Então fizemos uma pausa para fotos e nosso almoço. Nós levamos lanches para a trilha, água, frutas e sucos.

Subida ingrime com corda para a Gruta do Arcao no Parque Estadual Intervales
Subida íngrime com corda para o Topo da Cachoeira do Arcão no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

Para subir até a fenda da cachoeira, há uma subida bem íngrime com cordas fixas de apoio. E quando chegamos no topo, encontramos a fenda que formava uma pequena gruta com um riacho no interior. Alguns raios de sol invadiam a gruta por entre as árvores e formavam lindos reflexos nas paredes!

Fenda da cachoeira do arcao no Parque Estadual Intervales com Trilheiros
Fenda da cachoeira do Arcão no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

Depois partimos para a Gruta Luminosa e até então eu ainda não sabia o motivo desse nome.

Chegando na entrada da gruta, colocamos os capacetes e acendemos a lanterna pois estava bem escuro. Há cordas fixas de apoio no início da gruta e há alguns trechos com um riacho no interior.

Entrada da Gruta Luminosa no Parque Estadual Intervales
Entrada da Gruta Luminosa no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

Quando chegamos no final da gruta, vimos uma cachoeira incrível e uma fenda bem no teto da gruta permitindo que a luz entrasse criando musgos nas rochas dentro da gruta.

Cachoeira dentro da Gruta Luminosa no Parque Estadual Intervales
Cachoeira dentro da Gruta Luminosa no Parque Estadual Intervales | Trilheiros

Durante o retorno, a trilha foi bem mais seca o que ajudou bastante pois a temperatura começava a cair.

Voltamos par a casa da nossa amiga para tomar um banho quente e sair para conhecer Capão Bonito, jantar e descansar! Pois no dia seguinte, conheceríamos outro parque: o Parque Carlos Botelho.

Dicas:

  • Quando ir: o parque abre durante o ano inteiro de segunda-feira a domingo das 8h às 17h e até as 18h no horário de verão. Visitas às cavernas ocorrem de terça-feira a domingo das 8h às 15h. Em feriados prolongados, as cavernas podem ser visitadas as segundas-feiras, permanecendo fechadas no dia subsequente. Com exceção das trilhas autoguiadas, todas as demais trilhas do parque devem ser visitadas com o acompanhamento dos monitores ambientais do parque. O ingresso custa R$ 12,00 por pessoa e o monitor é pago a parte.
  • O que comer: dentro do parque existe um restaurante mas dependendo da trilha é bom levar um lanche para quem for passar o dia caminhando.
  • Aonde ficar: uma ótima oportunidade é ficar hospedado dentro do próprio parque. Há quatro refúgios dentro da área natural protegida. Mas precisa fazer agendamento com bastante antecedência pois são concorridos.  As reservas e agendamentos podem ser feitos pelo telefone (15) 3542 1511 ou pelo e-mail: reservasintervales@gmail.com
  • Links de interesse: para mais informações sobre o parque, acesse o portal http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-intervales/. Confira também as dicas do Parque Estadual Carlos Botelho que fica ao lado do Parque Estadual Intervales: http://trilheiros.net/2015/05/15/passeio-ecologico-no-parque-estadual-carlos-botelho/

Galeria de Imagens

[masterslider id=”6″]

2 comentários em “Grutas e Cachoeiras no Parque Estadual Intervales – SP, Brasil

  • 20 de junho de 2015 em 00:38
    Permalink

    Ola, td bom?! Neste domingo,irei ao parque, gostaria d saber mais a respeito do monitor, qual seria o grupo minimo, para cada monitor?!
    Abraço
    Ana Carolina

    Resposta
    • 21 de junho de 2015 em 18:02
      Permalink

      Olá Ana Carolina! Desculpe mas só vimos a sua mensagem agora e provavelmente você já deve ter ido ao parque!:)
      De qualquer forma, chegando lá principalmente nos finais de semana há outras pessoas visitando e geralmente dá para montar um grupo. Se precisar, segue o contato do parque (15) 3542 1511 e o site para maiores informações http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-intervales/

      Resposta

Deixe uma resposta