Curso de Trekking: técnicas, dicas, equipamentos e vivência do esporte

Resumo: o curso de Trekking promovido pelo experiente Guilherme Cavallari da Kalapalo agrega aprendizados sobre equipamentos, navegação, primeiros socorros e técnicas para quem deseja iniciar ou mesmo aprimorar a prática desse esporte e estilo de vida. Confira as dicas para viver aventuras e curtir ainda mais a experiência de estar em contato com a natureza.

O Curso de Trekking é altamente recomendado pelos Trilheiros.net para quem quer começar ou mesmo já pratica o trekking. Se tivéssemos feito o curso no início das nossas experiências, teríamos evitado alguns contratempos, aproveitado mais alguns equipamentos e até economizado nas compras de roupas!

Começamos a fazer trekking como amadores e aprendemos pesquisando, errando e experimentando as técnicas durante as nossas trilhas e aventuras. Numa das minhas pesquisas encontrei um material rico e detalhado sobre o esporte aqui no Brasil feito pela editora Kalapalo que é uma referência em mountain bike e trekking. Comprei o  Guia de Trilhas Trekking (Vol. 1 e 2) e o Manual de Trekking & Aventura que foi inclusive adotado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2011 como literatura didática obrigatória em todos os cursos superiores de  Educação Física e Turismo do país com especialização em Aventura e Ecoturismo.

guilherme cavallari curso trekking kalapalo
Guilherme Cavallari – instrutor do Curso de Trekking da Kalapalo Editora

O idealizador e criador da Kalapalo é o Guilherme Cavallari, autor de 18 livros sobre esportes e turismo de aventura e co-autor do filme-documentário Transpatagônia que narra a expedição que ele realizou de Outubro/2012 a Março/2013 com 180 dias de duração, 6.000 km de mountain bike e 600 km em trekking sozinho por toda a extensão da Patagônia e da Terra do Fogo chilena e argentina.

E o Guilherme compartilha toda sua experiência de vida, práticas e conhecimentos de trekking num curso 100% prático. Foi uma oportunidade incrível conhecer essa personalidade inspiradora e aprender mais sobre o trekking e a natureza.

  • Local: Refúgio Kalapalo e trilha da Pedra Bonita em Gonçalves, Minas Gerais.
  • Sobre o Curso de Trekking: foram dois dias de curso com trilha até o mirante da Pedra Bonita, acampamento selvagem, apresentação de técnicas de navegação, primeiros socorros, dicas de alimentação, preparo físico e equipamentos com trocas de experiências e vivências durante um final de semana enriquecedor e muito agradável ao lado da natureza e de gente do bem.
  • Itens essenciais: bota ou tênis apropriado para trekking; calça e camisetas leves e em tecido sintético; meias para trekking; boné ou chapéu; jaqueta e calça impermeável; calça e blusa térmicas em tecido sintético; apito; cobertor de emergência; cantil ou sistema de hidratação; óculos de sol esportivos; mochila cargueira com capa de chuva; lanterna de cabeça; saco de dormir; isolante térmico; kit de higiene pessoal e primeiros socorros. OBS: para quem é iniciante e não tem todos os itens obrigatórios, a Kalapalo Editora oferece alguns equipamentos para alugar.
  • Data: 18-20/Setembro/2015

Chegada no Refúgio Kalapalo

refugio kalapalo
Refúgio Kalapalo – Gonçalves, MG

Saímos sexta-feira no final do dia rumo ao Refúgio Kalapalo que é um abrigo de montanha e um campo escola de aventura inspirado nos refúgios alpinos  que abrigavam os viajantes pelas montanhas européias. Com ambiente rústico e decoração repleta de histórias de vida e do convívio com a natureza, oferece conforto para um belo descanso rodeado pelo verde da Serra da Mantiqueira.

Chegamos no refúgio e a nossa espera estava uma sopa deliciosa preparada pela Adriana, companheira de aventuras do Guilherme e notável talento na cozinha. Depois do jantar, batemos um papo com a turma e dormimos num dos dormitórios do refúgio. Na manhã seguinte, começaria o tão esperado Curso de Trekking.

Galeria de Imagens do Refúgio Kalapalo

DIA 1 do Curso de Trekking – Técnicas, conceitos e equipamentos com trilha e acampamento selvagem

Acordamos com pássaros cantando e um café da manhã repleto de produtos naturais da região preparados pela Adriana. Após o café, pegamos nossos equipamentos de forma desordenada pois aprenderíamos também a arrumar as mochilas durante o curso.

O Guilherme contou um pouco da sua experiência e todos da turma fizeram o mesmo, cada um com sua história mas todos com o mesmo objetivo: curtir a natureza e aprender.

Durante a manhã, o Guilherme explicou sobre o uso dos equipamentos básicos e opcionais do trekking, ética e conduta no ambiente natural, técnicas de mínimo impacto ambiental, navegação e passou dicas de preparo físico e alimentação.

O Jr que adora tecnologia ficou encantando com a quantidade de equipamentos disponíveis na Kalapalo. Atualmente, há muitos recursos tecnológicos para o esporte que demandam um investimento inicial e o curso ajuda a evitar gastos desnecessários. Pois diferente de uma loja, o Guilherme tem a visão neutra de um usuário experiente e sincero para indicar as melhores opções.

Uma dificuldade comum é o planejamento da trilha, principalmente na escolha das roupas e dos equipamentos. Há infinitas possibilidades a venda, mas existem roupas e equipamentos adequados para cada situação. O Guilherme é especialista em acampamentos selvagens e travessias que envolvem carregar seu abrigo, alimentação, roupas e afins de forma auto-suficiente durante dias de caminhada. E é bem desconfortável levar muito peso, portanto vale a pena economizar nas suas escolhas. No curso, ele passa várias dicas dentro do conceito ultra light de trekking.

O Curso de Trekking foi construído sobre um tripé composto por conceitos (valores e conhecimentos), técnicas (capacidades e habilidades) e tecnologia (equipamento apropriado e domínio de sua utilização). Primeiro aprendemos sobre esses três pilares para então iniciar a trilha. Arrumamos e ajustamos nossas mochilas com o apoio do Guilherme e começamos a navegação pela trilha até o mirante da Pedra Bonita.

navegacao mapa curso de trekking
Trilha com orientação e navegação com bússola e carta topográfica – Curso de Trekking da Kalapalo

A previsão era de chuva e já havia garoado um pouco durante a manhã, mas como tudo é motivo de aprendizado, inclusive a chuva, todos estavam empolgados com a experiência! Então começamos a trilha com o céu nublado e na companhia da mascote Nala, a cachorrinha doce e aventureira do Guilherme e da Adriana.

inicio trilha curso trekking kalapalo
Início da trilha no Curso de Trekking da Kalapalo

No percurso, o Guilherme propunha alguns desafios para a navegação sem utilizar GPS e somente com o uso de bússola e carta topográfica. Foi bem diferente para a gente que estava acostumado a usar e depender do GPS!

A trilha tem alguns trechos íngremes e estava fechada com bambus e arbustos mostrando bem a experiência de uma trilha mais selvagem. Chegamos no descampado para o nosso acampamento após o anoitecer. Com lanternas a postos, tínhamos diferentes abrigos para conhecer e montar: uma rede, dois bivaks, com e sem armação, e dois tipos de barracas (autoportante e não autoportante).

Acampamento selvagem no Curso de Trekking da Kalapalo
Acampamento selvagem no Curso de Trekking da Kalapalo

Abrigos montados, o Guilherme começou a preparar o nosso jantar: polenta com atum! Para beber, levamos café e chá e de sobremesa chocolate. Após o jantar, fizemos o ataque até o Mirante da Pedra Bonita.

mirante pedra bonita turma curso trekking kalapalo
Trilha noturna no Curso de Trekking da Kalapalo

Chegamos no mirante após alguns minutos para apreciar a vista e a noite agradável que fazia sem nenhum sinal de chuva. Voltamos para o acampamento descansar.

noite mirante astrofotografia pedra bonita curso trekking kalapalo
Vista do Mirante da Pedra Bonita em Gonçalves, MG – Curso de Trekking da Kalapalo

DIA 2 do Curso de Trekking – Procedimentos para segurança e emergência

Acordamos na manhã seguinte com a Nala correndo feliz entre as barracas. O Guilherme já fervia água para preparar o café da manhã que foi bem gostoso: granola com leite!

Aprendemos várias dicas e recursos de higiene também: desde como fazer um banheiro a até escovar os dentes causando menos impacto ao ambiente.

Desmontamos os abrigos e deixamos os equipamentos no descampado para fazer outro ataque ao mirante para admirar a vista durante o dia. E voltamos para o refúgio.

visual mirante 2 curso trekking kalapalo
Mirante da Pedra Bonita em Gonçalves, MG

No refúgio, tomamos um banho revigorante para almoçar o banquete preparado pela Adriana. Após o almoço, tivemos uma aula sobre recursos de segurança e algumas dicas de primeiros socorros como picada de cobra, cortes, torções e fraturas.

Tiramos todas as nossas dúvidas, aprendemos várias técnicas e conhecemos novos equipamentos. Definitivamente, o Curso de Trekking superou nossas expectativas e recomendamos fortemente a realização deste curso por todos que queiram ter uma experiência gratificante com a natureza.

trilheiros curso trekking kalapalo

Os três pilares propostos pelo curso: conceitos, técnicas e tecnologia promovem segurança, evitam problemas, auxiliam a enfrentar diversas situações que podem surgir numa aventura e permitem que o trilheiro aproveite mais seus passeios e viagens.

As aulas ministradas pelo Guilherme são didáticas e inspiradoras ensinando e exercitando de forma prática e objetiva a atividade do trekking. Na sua simplicidade e vasta experiência, ele promove a formação de trilheiros comprometidos com a filosofia do esporte e a nossa missão também: incentivar uma vida mais feliz, saudável e aventureira.

Ao final do curso, recebemos com orgulho os nossos certificados de líderes de trekking do Curso de Trekking da Kalapalo Editora.

certificados turma curso trekking kalapalo
Certificados como líderes de trekking no Curso de Trekking da Kalapalo

Guilherme Cavallari é fundador da Kalapalo Editora (2001) e autor de 18 livros sobre esportes e turismo de aventura e co-autor do filme-documentário Transpatagônia. Praticante de esportes de contato com a natureza desde 1976, realizou diversas expedições de mountain bike e trekking no Brasil, Patagônia e Terra do Fogo, tanto na Argentina quanto no Chile. Diplomado em técnicas de orientação por bússola e leitura de cartas topográficas pela Federação Paulista de Orientação (1998). Salva-vidas profissional formado pela Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo (1999). Graduado em Técnicas de Primeiros Socorros em Ambientes Remotos pela Adventure Factory (2005). Vive exclusivamente como profissional do segmento aventura desde 2006. Realizou de 01 de outubro de 2012 a 30 de março de 2013 a Expedição Transpatagônia, seis meses sozinho de mountain bike por toda a extensão da Patagônia e da Terra do Fogo, 6.000 km de bike, 600 km em trekking semiselvagem e exploratório.

Links de Interesse:

  • Detalhes do Curso de Trekking: http://www.kalapalo.com.br/index.php/cursos/trekking/
  • Refúgio Kalapalo: http://www.kalapalo.com.br/index.php/clube/conheca-o-refugio-kalapalo/
  • Editora e Literatura da Kalapalo: http://www.kalapalo.com.br/novo/loja/livraria
  • Trailer do Documentário Transpatagônia: http://www.kalapalo.com.br/index.php/fotosf/trailer-documentario-transpatagonia/

Galeria de Imagens do Curso de Trekking [clique nas imagens para aumentar]

Lu | Trilheiros.net

Blog para quem ama aventuras explorando novos lugares, curtindo a natureza e aproveitando a vida

8 comentários em “Curso de Trekking: técnicas, dicas, equipamentos e vivência do esporte

  • 20 de outubro de 2015 em 12:34
    Permalink

    Ótima publicação!
    Parabéns pelo texto, imagens e principalmente por manterem vivo e respeitar esse espírito natural.
    Dentre outros que já li, este foi um dos melhores posts do Trilheiros.net. Evoluindo bem. Que bacana.
    Acompanho o trabalho do Guilherme Cavallari. O cara manda super bem mesmo.
    Obrigado por compartilharem a experiência.

    Resposta
    • 27 de outubro de 2015 em 21:01
      Permalink

      Olá Diego! Bom saber que estamos evoluindo! 🙂 Procuramos sempre melhorar e os comentários de outros trilheiros ajudam bastante a gente! Valeu por compartilhar sua opinião.

      Resposta
  • 22 de outubro de 2015 em 17:54
    Permalink

    Gostaria de fazer trilha… nunca fiz, mas sou amante de esportes! minhas férias serão fevereiro ou março, gostaria de programar alguma coisa!

    Resposta
    • 27 de outubro de 2015 em 21:07
      Permalink

      Oi Silmara! Ótima pedida aproveitar as férias para fazer trilha, tem lugares incríveis para se conhecer. Se achar interessante, antes de partir para uma viagem com uma trilha mais “séria” rs há opções para o final de semana até para você conhecer melhor esse esporte. O Curso de Trekking ajuda bastante também para conhecer os equipamentos básicos e aproveitar a experiência. Ainda estamos fechando nossa agenda para 2016, mas você pode se cadastrar na nossa comunidade para receber as novidades dos eventos programados: http://trilheiros.net/cadastro-para-recebimento-de-eventos/

      Resposta

Deixe uma resposta