Travessia Petrópolis Teresópolis – RJ, Brasil

Confira as belas paisagens da Travessia Petrópolis Teresópolis considerada um clássico do trekking brasileiro no Parque Nacional da Serra dos Órgãos – Rio de Janeiro.

“Viajar é trocar a roupa da alma” (Mario Quintana) Foi a reflexão que li na nossa última viagem e que ficou ecoando na minha cabeça durante os meus últimos dias de férias na Travessia Petrópolis Teresópolis, uma das travessias de montanha mais lindas do Brasil.

Panorâmica do nascer do sol com vista do Dedo de Deus e Pedra do Sino - Travessia Petrópolis Teresópolis | Trilheiros
Panorâmica do nascer do sol com vista do Dedo de Deus e Pedra do Sino – Travessia Petrópolis Teresópolis | Trilheiros

Travessia Petrópolis Teresópolis – RJ, Brasil

  • Local: o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, conhecido também como Parnaso, possui mais de 20 mil hectares protegidos nos municípios de Teresópolis, Petrópolis, Magé e Guapimirim no Estado do Rio de Janeiro.
  • Duração: a travessia é realizada geralmente em três dias com duas pernoites nas montanhas em campings ou alojamentos do parque. O trajeto pode ser feito nos dois sentidos mas o tradicional é iniciar a travessia em Petrópolis e terminar em Teresópolis para reduzir a dificuldade de passagem em alguns trechos e para o trilheiro curtir a vista bem de frente das montanhas.
  • Características: o Parque Nacional da Serra dos Órgãos é um dos melhores locais do país para a prática de esportes de montanha como escalada, trekking e rapel pois abrange a maior rede de trilhas do Brasil com mais de 200 quilômetros de trilhas em todos os níveis de dificuldade.  O parque é protegido pelo ICMBio cujo objetivo é preservar os ecossistemas nacionais e nesse intuito impõe algumas regras como o limite de 100 pessoas por dia e a cobrança de um valor para entrada. A Travessia Petrópolis-Teresópolis possui 30Km de subidas e descidas pela parte alta das montanhas e exige preparo físico dos trilheiros e experiência principalmente nos trechos do Castelo do Açú e a Pedra do Sino.
  • Itens essenciais: kit completo de trilhas (confira os itens básicos de trekking AQUI) e de camping (confira os itens básicos de camping AQUI).  Agasalhos, saco de dormir, água e lanches são indispensáveis, equipamentos de segurança e GPS. Reserve a entrada e o alojamento com antecedência pois a procura é grande nos feriados e finais de semana.
  • Data: Janeiro/2016.

Acordei cedo na segunda-feira e já peguei a estrada para a cidade de Petrópolis no estado do Rio de Janeiro. Um frio na barriga me acompanhava, afinal mais uma aventura me esperava e o fato de eu ir sem minha queria companheira de trilhas, a Lu, não me ajudava.

Após algumas horas de estrada sozinho, cheguei na minha primeira parada: uma pousada que escolhi estrategicamente pois fica a poucos metros da portaria de Petrópolis do Parque Nacional Serra dos Órgãos. E este seria meu último encontro com as mordomias da vida moderna pelos próximos três dias.

Dia 1: Castelo do Açu – Travessia Petrópolis Teresópolis

Encontrei pela manhã meus companheiros dessa aventura, Joffre e sua esposa Débora, ambos queridos amigos com os quais compartilho várias paixões: natureza, fotografia, caminhadas e outros.

Trilha na Travessia Petrópolis Teresópolis por Clicknatureza
Trilha na Travessia Petrópolis Teresópolis por Clicknatureza

Logo que chegamos ao parque, reservamos o traslado do carro para Teresópolis e a nossa entrada para começar a caminhada por trilhas em meio a floresta atlântica. Nesse dia o trajeto é praticamente só subida e sem muitos obstáculos.

Trilheiros na Travessia Petrópolis Teresópolis por Clicknatureza
Trilheiros na Travessia Petrópolis Teresópolis por Clicknatureza

Após aproximadamente 3 horas, a densa floresta atlântica dá espaço a uma vegetação de altitude. Finalmente me senti na montanha! Após muitas pausas para retomar o fôlego, beliscar algo para comer e tirar fotos, muitas fotos rs chegamos ao nosso destino: o refúgio Castelo do Açu.

Chegada ao Castelo Açu - Travessia Petrópolis Teresópolis | Trilheiros
Chegada ao Castelo Açu – Travessia Petrópolis Teresópolis | Trilheiros

Aprecio imensamente dormir na montanha. O ar gelado, a infinidade de estrelas, a vista das cidades pequeninas e dos vales distantes. Pena que essa noite não dormi… meu isolante térmico tinha um pequeno furo que a cada 1 hora (CON-TA-DA) precisava enche-lo ou ficava com as costas na rocha gelada.

Finalmente as 4 da manhã?!?! Um grupo começou a arrumar as coisas para seguir trilha. Não aguentei mais e levantei.

MEU DEUS! Eu pensei quando saí da barraca. O céu era um azul profundo com o horizonte despontando em roxo o nascer do Sol e a Lua crescente fazia uma conjunção perfeita com Vênus.

Não dormi mais naquela noite. Peguei minha câmera, lanterna e subi uma rocha ao lado do pico do Castelo do Açu para aguardar o nascer do sol.

Nascer do sol no Castelo Açu - Travessia Petrópolis Teresópolis | Trilheiros
Nascer do sol no Castelo Açu – Travessia Petrópolis Teresópolis | Trilheiros

Foram quase duas horas no frio intenso que antecede os primeiros raios quentes do sol, mas senti como se fossem minutos com a sensação incrível de satisfação e contemplação.

Além da transição de cores no céu, eu ainda podia ver parte da belíssima Serra dos Órgãos e seus cumes. Também podia ver mais adiante a Baía de Guanabara, a Ponte Rio-Niterói e boa parte da cidade Maravilhosa. Inclusive o Pão de Açúcar!

Engraçado pensar que todos os outros ainda estavam dormindo…

Dia 2: Obstáculos e Paisagens – Travessia Petrópolis Teresópolis

6:20 AM hora de acordar meus companheiros, tomar um belo café da manhã e partir para o dia mais desafiador da travessia.

Andamos por aproximadamente 7 horas. O trajeto possui vários sobe e desce com desníveis de 400m (isso é considerável!). Sempre que você desce para um vale, a floresta atlântica é densa e o clima muda radicalmente nem parece que estamos numa montanha. E a serra é rica em nascentes e riachos. Inevitavelmente, você pode acabar com o pé molhado (se não tiver um calçado impermeável).

Débora subindo o famoso Cavalinho na Travessia Petrópolis Teresópolis por Clicknatureza
Débora subindo o famoso Cavalinho na Travessia Petrópolis Teresópolis por Clicknatureza

Nesse dia que encontramos alguns dos temidos obstáculos: Elevador, Cavalinho e Rampa. Cada um sabe seu limite e o quão longe pode ir. Se você não tem certeza dos seus, vá com alguém experiente. Dito isso, nosso grupo achou esses obstáculos mais fáceis do que divulgado.

Abrigo 4, nosso destino do dia! Jantamos agradecidos uma refeição quente e saborosa que valorizamos muito mais nessas horas. Tomamos um vinho maravilhoso que nunca pensei que teríamos num lugar desses (obrigado Joffre e Débora!!!) e fui para a barraca dormir.

Dia 3: Descida para Teresópolis – Travessia Petrópolis Teresópolis

Esse dia prometia ser o mais tranquilo, afinal seria só descer a montanha rumo à Teresópolis. Acordamos com calma, tomamos nosso café da manhã tranquilamente e subimos a Pedra do Sino – não conseguimos assistir o por do sol no dia anterior pois estava tomado por uma neblina espessa.

A visão do topo da Pedra do Sino é maravilhosa e é possível ver praticamente todo o caminho percorrido no dia anterior. Hora de dar adeus à montanha e iniciar a descida.

Vista na Pedra do Sino Travessia Petrópolis Teresopólis | Trilheiros
Vista na Pedra do Sino Travessia Petrópolis Teresopólis | Trilheiros

Foram 4 horas de descida árdua e implacável com os joelhos e tornozelos. Mas a missão foi cumprida! Chegamos em Teresópolis!

“Viajar… é trocar a roupa da alma” – a minha acabou de ser renovada!

Dicas

  • Quando ir: a alta temporada é no inverno quando chove menos e o clima seco permite um visual mais limpo do alto das montanhas.
  • Aonde ficar: o Parque Nacional da Serra dos Órgãos oferece locais para camping e alojamentos com quarto e banho quente. Basta fazer sua reserva no site http://www.parnaso.tur.br/ingresso/. A pousada que fiquei em Petrópolis é a Pousada Paraíso Açu.
  • Links de interesse: mais informações e ingresso para o Parque Nacional da Serra dos Órgãos no site http://www.parnaso.tur.br/ingresso/

Galeria de Imagens da Travessia Petrópolis Teresópolis [clique para aumentar]

 

Jr | Trilheiros.net

Blog para quem ama aventuras explorando novos lugares, curtindo a natureza e aproveitando a vida

2 comentários em “Travessia Petrópolis Teresópolis – RJ, Brasil

  • 29 de dezembro de 2016 em 13:24
    Permalink

    hola. quisiera contactar un amigo/a para hacer el trekin de pedra da gavea, en rio d janeiro. conoces a alguien. gracias!!

    Resposta

Deixe uma resposta