Chegando no Nepal para o trekking ao Campo Base do Everest

Quase 30 horas de vôo e chegamos em Kathmandu, a capital do Nepal para o Trekking ao Campo Base do Everest.

Dia 16/Setembro, saímos de do aeroporto de Guarulhos em São Paulo às 22:15h e chegamos em Abu Dhabi nos Emirados Árabes após 13h45min de vôo às 19:05h horário local do dia 17/Setembro voando pela Etihad

Conhecemos o Dufry Free do aeroporto e tomamos um café. As lojas são bem bonitas e vale a pena dar uma olhada nos eletrônicos quem precisar de algo. Vimos inclusive que é um dos lugares mais baratos para se comprar iPhone no mundo! #ficaadica

A conversão da moeda estava bem fácil na época: quase 1 dirham (moeda local) para 1 real. E o legal desse aeroporto é que tem Wi-Fi grátis!!!

Embarcamos em Abu Dhabi as 22h horário local para Nova Deli, Índia, e recebemos o nosso terceiro jantar seguido: saindo de São Paulo às 22h o serviço de bordo ofereceu um jantar. Acordamos às 19h em Abu Dhabi com uma nova refeicao no vôo, eu estava esperando um ovo mexido mas só tinha file de frango com arroz. Agora embarcamos às 22h para Nova Deli e mais um jantar será servido… rs Está difícil lidar com essa bagunça de fusos e ficar sem um cafezinho da manhã!

Foram mais 3 horas de vôo até chegarmos em Nova Deli às 02:45h am. O próximo vôo será as 06h am. No total serão 28 horas de São Paulo para conseguir pisar em Kathmandu, a capital do Nepal.

No aeroporto internacional da Índia tem uma Star Bucks (sem Wi-Fi) e aproveitamos para fazer um lanche e tomar o nosso café da manhã. Já no aeroporto sentimos bastante a diferença cultural com as mulheres usando sáris e tocando uma música típica no som ambiente. Já fiquei ansiosa para conhecer mais sobre esse país, mas será só no final da nossa viagem.

Pegamos nosso vôo com a Air India e em 1h45min chegamos no aeroporto de Kathmandu. Pagamos nosso visto para o Nepal (US$ 40/pessoa para 30 dias) e finalmente às 9h am do horário local do dia 18/Setembro pisamos no Nepal. Nosso guia Ramesh da Community Trek já estava nos aguardando e nos recebeu com colares de flores dando as boas vindas!

Logo de cara já conferimos um pouco do caos do trânsito do Nepal: direção inglesa, muitas buzinas, carros, bicicletas, motos e tuks tuks disputando espaço nas ruas apertadas com os pedestres. E a nossa constante sensação de quase presenciar um acidente de um veículo desviando do outro.

Chegamos no bairro do Thamel depois de meia hora para conhecer nosso hotel. A temperatura estava bem maior do que esperávamos: quase 27 graus. Só deixamos nossas malas no quarto, lavamos o rosto e já saímos para conhecer a redondeza com o Ramesh.

Centro comercial Thamel em Kathmandu, Nepal - Trekking ao Campo Base do Everest | Blog Trilheiros
Centro comercial Thamel em Kathmandu, Nepal – Trekking ao Campo Base do Everest | Blog Trilheiros

O cansaço dos vôos era forte mas a vontade de sair para explorar era maior! Ele nos levou para o centro comercial com casas de câmbio (melhor que no aeroporto), mercadinhos, restaurantes e muitas lojas de artesanato e trekking, um paraíso para os amantes de esportes outdoors com várias marcas do segmento e outras genéricas!

Ficamos uma semana em Kathmandu antes de começar o Trekking ao Campo Base do Everest para acostumar com o fuso local (quase 9 horas de diferença com o Brasil) e para conhecer as principais atrações da cidade.

Confira AQUI as principais atrações de Kathmandu e dicas para o Nepal.

Dicas para Chegar no Nepal

  • Cotamos as passagens áreas e encontramos o melhor preço pelo Google Flights.
  • Para conexões, não é necessário visto para os Emirados Árabes nem para a Índia. Contudo, como pegamos uma passagem de SP-Nova Deli (com conexão nos Emirados Árabes) pela Etihad Airways e compramos separadamente a passagem Nova Deli-Kathmandu pela Air India, fizemos o visto indiano pois teríamos que sair do avião, pegar nossas bagagens e fazer check-in para o próximo vôo. Além disso, no final da viagem pegamos 2 dias para ficar em Nova Deli e conhecer a Índia. O total das passagens foi ~R$3500/pessoa. Dá para solicitar o visto indiano pelo site da Embaixada da Índia.

Deixe uma resposta