Preparativos para o Trekking ao Campo Base Everest – Kathmandu, Nepal

Aproveitamos nosso último dia para fazer uma aula de yoga, acalmar os nervos e preparar o espírito para o tão esperado trekking ao Campo Base do Everest.

O restante do grupo chegou na noite anterior e conhecemos todos hoje durante o café da manhã.

Pela manhã o Ramesh nosso guia, fez uma cerimônia com o grupo completo, passou os pontos importantes e tirou as dúvidas.

Preparativos para o trekking Campo Base do Everest | Trilheiros
Preparativos para o trekking Campo Base do Everest | Trilheiros

Arrumamos nossas duffle bags para o trekking, como já trouxemos nossos equipamentos separados de casa então foi bem rápido (confira o que levar para trekking ao Campo Base do Everest – em breve).

Almoçamos num dos restaurantes que mais gostamos, o Yangling, e passamos numa livraria porque eu queria entender melhor os símbolos do hinduismo e do budismo. Mas Lu, porque você não usa o Google? Ah gente tem coisa que eu prefiro o estilo retro de ser e livro é uma delas! Rs Comprei um por 300 rúpias!

E partimos para fazer uma aula de yoga.

Vi anúncios de várias escolas de yoga pelo Thamel. Dá para fechar um pacote ou uma aula experimental. Escolhemos uma aula para iniciantes até porque eu só tenho 3 meses de experiência e o Jr nunca tinha feito.

Aula de yoga em Kathmandu, Nepal | Trilheiros
Aula de yoga em Kathmandu, Nepal | Trilheiros

Comecei a fazer yoga pelo livro “Agonia e Êxtase no Nepal” no qual o Rafael Scanavacca indicou as respirações como uma boa ajuda para a altitude. Por coincidência fui parar na mesma escola que ele aonde comecei a praticar o Hatha Yoga.

Yoga é uma filosofia antiga de vida que se originou na Índia há mais de 5000 anos que visa colocar em forma o corpo e a mente. Literalmente, yoga significa união pois une e integra o corpo, a mente e nossas emoções. Por meio de um relaxamento profundo, tranqüilidade mental, concentração, clareza de pensamento e percepção interior juntamente com o fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade, o yoga é uma filosofia prática que permite ao ser humano vivenciar a felicidade permanente que ele é. O ser humano geralmente busca esta felicidade fora de si, nos objetos externos, mas aos poucos percebe que a causa do seu sofrimento está na limitação de sua mente, e que a felicidade não é encontrada fora, mas em cada momento em que está consigo mesmo, sem desejos, sem pensamentos, em paz.

O Hatha Yoga baseia-se principalmente sobre a prática de asanas, ou seja, das posições do corpo para se manter de modos confortável e estável. A palavra Hatha significa força, tenacidade. Graças à prática dos asanas podemos treinar com consistência nosso corpo para assumir posições que podem ter efeitos benéficos, tanto do ponto de vista físico quanto mental. Os exercícios de respiração do Hatha Yoga nos ajudam a inspirar e a expirar com mais tranquilidade. Quando a respiração fica mais lenta, a mente se acalma e este é um dos efeitos benéficos da Hatha Yoga e que surpreende aqueles que a praticam.

Para nossa surpresa, a professora de yoga Angie é uma colombiana que adora o Brasil e inclusive fala muito bem português! Ela tem uma história super legal rodando vários países conhecendo e se certificando em yoga, massagem ayuerda. A aula foi demais! Harmonia de corpo e mente, equilíbrio da nossa energia com atividade física e relaxamento. E a trilha sonora foi o famoso mantra “om mani padme hum” que escutamos em vários templos durante os últimos dias. Foi uma experiência única! (valor da aula 600 rúpias/pessoa).

De lá partimos para o Garden of Dreams, aproveitando o relaxamento do yoga e o clima tranquilo do jardim para tomar um café e passar o resto do dia.

Garden of Dreams, Nepal | Trilheiros
Garden of Dreams, Nepal | Trilheiros

Fomos dormir cedo. Amanhã sairemos do hotel às 5h am para pegar o vôo para Lukla.

Outras publicações do Nepal:

Chegando no Nepal

Nepal: cultura, curiosidades e atrações do país

Dia 1: Principais atrações de Kathmandu, Nepal: Thamel e Garden of Dreams

Dia 2: Principais atrações de Kathmandu, Nepal: roteiro a pé do Thamel até Durbar Square

Dia 3: Principais atrações de Kathmandu, Nepal: Monkey Temple

Dia 4: Principais atrações de Kathmandu, Nepal: Durbar Square de Patan e Bhaktapur

Dia 5: Principais atrações de Kathmandu, Nepal: Kopan Monastery, Boudhanath Stupa e Pashupatinath

Dia 6 – Preparativos para o Trekking ao Campo Base Everest, Nepal

Roteiro do Trekking até o Campo Base do Everest

Lu | Trilheiros.net

Blog para quem ama aventuras explorando novos lugares, curtindo a natureza e aproveitando a vida

Deixe uma resposta